quinta-feira, 11 de junho de 2009

Palavras ao vento




Deixo-te com o silêncio e nele espero que escutes a mais rescente melodia que meu coração fizestes em tua homenagem. Enquanto isso, eu fico aqui a te procurar... No escuro... Em meus pensamentos...









Um dia alguém confessou-me ter, enfim, descoberto a diferença entre expectativa e esperança...

Mas ainda se sente mal com isso pois a todo momento entra em estado de enorme expectativa por sentir-se esperançoso.

Difícil...

A espectativa é aquilo que você acha que vai acontecer enquanto assiste um filme. Ela é irmã da esperança e amiga dos nossos mais mais escondidos desejos.

Escrevo o que apuram meus ouvidos o que toca meus sentidos o que mageia o inconsciente, apenas escrevo e nem sempre sinto o que sentem os que a minha volta rodeam.

Filtro sons, rabisco idéias, alinho dores que sequer são minhas, delego poderes à imaginação por força de um desejo sem limite, amargo ou doce, deveras intensa.

Certifico-me da procedência da fonte que dignamentamente preenche a solidão onde mais gosto de estar, meu prazer atual.

Escrevo num sétimo sentido, medindo impotência, somando gostos, apurando sentidos






"Se procurar bem, você acaba encontrando não a explicação [duvidosa] da vida, mas a poesia [inexplicável] da vida."

3 comentários:

Bruna Kim disse...

eita...

Ex-critos - Dex-critos disse...

Escrevo num sétimo sentido, medindo impotência, somando gostos, apurando sentidos


---------------


(sem coments)

Bruna Kim disse...

ei,é pra dizer que o teu blog tá bonito assim :D